Destaques

Latest Post

PM realiza revista em estabelecimento comercial

Publicado por JOEL DE AQUINO | segunda-feira, 30 de março de 2015 | 18:29

Fato aconteceu por volta das 19h40 deste domingo (29), em comércio localizado no Bairro Nova Esperança

A Polícia Militar de Peixoto de Azevedo/MT efetuou abordagem em pessoas que estavam no Bar da Gaúcha, segundo informações contidas no boletim de ocorrência várias denúncias foram feitas questionando o funcionamento do estabelecimento. 

Quando os policiais chegaram no local várias motocicletas foram apreendidas e também um carro, os veículos estariam com documentação irregular ou seus responsáveis estavam sem a devida documentação exigida. Uma pessoa foi presa por desacato. 

No local a Polícia constatou a presença de menores, aproximadamente seis, eles foram conduzidos para o 22º BPM acompanhados dos Conselheiros Tutelares. Segundo o Tenente Herbe oficial que estava à frente da ocorrência informou que os menores estavam no local consumindo bebida alcoólica, o que é proibido por lei. 

Gaúcha foi conduzida para a Delegacia de Polícia Civil onde ficou à disposição da autoridade policial competente. Em conversa com um dos filhos da proprietária do estabelecimento, informaram que a dona não vende bebida alcoólica aos menores e que os menores em questão estavam do lado de fora do estabelecimento. 

Todos os menores apreendidos foram em seguida liberados pelos conselh
eiros tutelares que mediante da presença dos pais e responsáveis liberaram os menores.



  Fonte:Resumo Diário 

Problemas com torcida do Mixto interditam o estádio Presidente Dutra

Incidentes após o empate com o Luverdense atestam falta de segurança do local

Em entrevista à rádio Atitude, o presidente da Federação Mato-grossense de Futebol, Helmute Lawisch, revelou que o estádio Presidente Eurico Gaspar Dutra, o Dutrinha, está interditado por falta de segurança. O motivo principal foram os problemas com a torcida do Mixto, após o empate com o Luverdense, pela 8ª rodada do Campeonato Mato-grossense.

Ministro da Aviação reafirma compromisso com aeroporto

Obras do aeroporto devem começar após liberação do licenciamento ambiental

Foto: João Thiago Stilben
O deputado estadual Silvano Amaral (PMDB) participou de uma reunião na Secretaria de Aviação Civil (SAC) para pedir celeridade nas obras do aeroporto municipal Presidente João Figueiredo, que  tem operado no limite máximo de sua capacidade e gerado transtornos aos passageiros que embarcam e desembarcam diariamente no local. O prefeito de Sinop, Juarez Costa (PMDB), e o senador Wellington Fagundes (PR) também participaram do encontro.

Segundo o ministro de Aviação Civil, Eliseu Padilha, os trâmites legais para que as obras do aeroporto de Sinop aconteçam já está em fase final, aguardando apenas a liberação do licenciamento ambiental, que é de competência da Secretaria Estadual de Meio Ambiente (SEMA). A notícia deixou a comitiva animada. A medida faz parte do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2), que garante investimentos para aeroportos do Brasil, sendo 270 no total.

“Estivemos no Ministério em busca de uma definição. A situação do aeroporto é insustentável e precisamos de uma solução. Relatamos tudo isso ao ministro e ele nos garantiu que existem recursos assegurados para os 13 aeroportos de Mato Grosso. Porém, a notícia que nos deixou animados é que o aeroporto de Sinop está na lista dos cinco aeroportos com os trâmites documentais mais adiantados, faltando somente a liberação do licenciamento ambiental para que as obras saiam do papel”, disse Silvano.
Na reunião, o parlamentar explicou a Padilha que o aeroporto necessita de ampliação urgente. O aeroporto de Sinop é o segundo em pousos e decolagens no Estado e em números de embarques e desembarques, já que a maior demanda é concentrada no Aeroporto Internacional Marechal Rondon, em Várzea Grande.
“Sinop cresceu e a demanda no aeroporto também. Precisamos que ele funcione e atenda a necessidade dos passageiros. Apesar de aguardar tanto tempo, ainda temos esperanças de que essa obra saia realmente do papel. Agora, o próximo passo será acompanhar o processo na Sema, já que depende apenas do licenciamento”, avaliou Juarez.

Para o senador, a ampliação e a reforma do aeroporto representam qualidade e segurança aos passageiros, “sem contar que o aumento da demanda também influencia significativamente na economia da cidade e do Estado. Aumenta-se a demanda, aumenta-se também a geração de emprego e renda e isso é muito. Estamos nessa luta também e muito animados em saber que o sonho de tanta gente está prestes a se tornar realidade”, ressaltou Wellington.

De acordo com o superintendente aeroportuário de Sinop, Liomar Costa Repezuk, de 2012 para 2014 o número de voos para o município dobrou, passando de três por dia para seis. A média de passageiros no aeroporto de Sinop, também é considerável, já que o número de embarques saltou de 6 mil para 10 mil/mês em  comparação aos anos de 2013 e 2014.

Pelo projeto, consta a construção de um novo terminal de passageiros com quatro mil metros quadrados, a ampliação da pista, passando dos atuais 30 metros de largura para 45 e de 1.627 metros para 2,5 mil metros de comprimento. Constam ainda, melhorias no setor de combate a incêndio, instalação de sinalização e balizamento, torre de controle, equipamentos de navegação e um terminal para operação de cargas e desembaraço aduaneiro.  A estimativa é de que haja aumento do número de embarques e desembarques anuais. A previsão é que, dos atuais 28 mil, passe a registrar 170 mil/ano.

Movimentação de Passageiros – Em 2013 foram registrados 170.044 embarques e desembarques, representando um crescimento de 58,41% em comparação ao ano de 2012. Já no ano passado, registrou-se 222.622 embarques e desembarques, o que reprensenta um crescimento de 30,92% se comparado ao ano anterior.


JOELMA PONTES/Assessoria de Gabinete


Janaína Riva acusa líder do governo de "isolá-la na AL"

Ela acusa o líder do governo Wilson Santos de colocá-la de "escanteio"

A deputada estadual Janaína Riva (PSD) acusa o colega de parlamento Wilson Santos (PSDB) de isolá-la das discussões da Assembleia Legislativa. Ela afirmou que o grupo composto por 16 deputados, que faz parte da base aliada do governador Pedro Taques (PDT), estaria deixando-a de fora dos assuntos referentes a Cada de Leis.

“Eles tentam me isolar (...) Essa é a tática que eles têm para poder ter uma liderança”, disse durante entrevista à emissora de rádio CBN Cuiabá.

Uma prova disso, segundo a parlamentar, seria o fato do deputado Wilson Santos, como líder do governo na Assembleia, ter articulando para deixá-la de fora de todas as comissões. “Só estou na comissão de Direitos Humanos porque nessa ele me deixou ficar”, assegurou, acrescentando que a divisão das comissões passaria pelo governador.

Para Janaina, a Assembleia está sendo conduzida pelo grupo dos 16 deputados, para atender ao governo e excluindo a minoria. Durante a entrevista, a deputada ainda aproveitou para criticar a atual Mesa Diretora. Na avaliação dela, a condução dos trabalhos, como a demissão dos comissionados, foi feita de forma “desastrosa”.

Ainda de acordo com ela, muito se falou sobre servidores fantasmas, mas nada, até o momento, foi comprovado. Ela chegou, inclusive, a dizer que a demissão dos ex-servidores comissionados foi "injusta", por que a maioria trabalhava e construiu uma carreira na Assembleia. “Muitos me carregaram no colo”, disse, lembrando que Janaína é filha de José Geraldo Riva, que entre os anos de 1999 a 2014 intercalou entre os cargos de presidente e primeiro secretário da Mesa Diretora da Casa de Leis.

Outra crítica feita por Janaína foi quanto a economia de R$ 20 milhões. Para ela, a medida foi importante, mas o custo foi a falta de estrutura para trabalhar.

Mesa Diretora

Em fevereiro de 2015, pela primeira vez em 15 anos, a Assembleia teve uma Mesa Diretora sem José Geraldo Riva ocupando a primeira secretaria ou a presidência. Nesse curto período, Guilherme Maluf (PSDB) e Ondanir Bortolini "Nininho" (PR) conseguiram fazer uma economia de R$ 20 milhões, que será repassado para que o governo do Estado invista em Saúde, na compra de ambulância para as 141 cidades de Mato Grosso.

Para conseguir fazer essa economia, contratos foram revisados e o custo da Assembleia foi reduzido. Servidores comissionados também foram exonerados dos cargos.

Outro Lado

O líder do governo, deputado Wilson Santos, disse que respeita a opinião da deputada, mas não concorda com ela.

"Todos os partidos, sem exceção, estão contemplados nas comissões. Ela preside uma das 13 comissões e nem todos os deputados presidem. Ela está presidindo uma das comissões mais importantes da Casa e no primeiro mandato, mesmo após ela ter dito que não queria ocupar nenhuma comissão. Eu insisti com ela e disse que ela tem o perfil para o cargo. O coronel Taborelli que era o presidente se retirou e foi para a suplência e hoje ela ocupa a presidência", explicou.

Ainda segundo Wilson Santos, as declarações de Janaína Riva devem ser consideradas pelo "momento de dificuldade familiar" que ela está passando.

Câmara Municipal faz a entrega de Prêmio Mulher Destaque

A Câmara Municipal de Alta Floresta realizou na noite de sexta-feira, 27, uma sessão solene para a entrega do prêmio Mulher Destaque de 2015. A solenidade acontece no mês em que foi comemorado o Dia Internacional da Mulher, em 8 de março 

O Prêmio foi instituído através da Lei Municipal 1558/2007, que também cria a Semana da Mulher. Nesta edição do Prêmio Mulher Destaque foram homenageadas 10 mulheres. O objetivo é homenagear personalidades femininas de um modo geral, valorizando a conquista da mulher como um todo, em todas as áreas que ela esteja presente. Cada vereador tem direito a uma indicação anual, por meio de Projeto de Decreto Legislativo. 

Na noite de sexta-feira foram homenageadas Ana Maria Ferreira de Almeida de Matias, indicação de Bernardo Patrício dos Santos, Maria Iunar de Freitas Portão, indicação de Charles Miranda, entregue pelo vereador Luiz Carlos. 


Lurdes Volpe Navarro, indicação da vereadora Elisa Gomes Machado, Sílvia Hiroe Murata, indicação do vereador Emerson Machado, Élide Manzini de Campos, indicação de Oslen Dias dos Santos (Tuti), Iraci da Silva, indicação de Paulo César Chardulo (Jiló), Angélica Garcia dos Santos, indicação de Reinaldo de Souza(Lau), Ivanir Rachor, indicação de Rogério Colicchio dos Santos, Nivaldete Pierina Bluzon, indicação de Valdecir José dos Santos (Mendonça) e Lenir Geronimo de Sousa, indicação do vereador José Elói Crestani. 

Dois ficam feridos em pouso forçado de ultraleve

Imagem de Cleiton Roderigues
Duas pessoas ficaram feridas durante o pouso forçado de um avião ultraleve hoje a tarde em Colíder. De acordo com o Cabo Sérgio, da Polícia Militar, o ultraleve pousou em uma área de pastagem, após sofrer problemas mecânicos.

Próximo ao local do acidente, estava sendo realizada a prova de abertura do circuito de motocross. Eles estavam sobrevoando a pista. O piloto, sofreu ferimentos leves e foi atendido no local pelo Corpo de Bombeiros, o outro ocupante do ultraleve também ficou ferido.

Os dois foram encaminhados ao Hospital Regional, onde foram atendidos e já liberados.


Fonte: Nortão OnlinePor: Angela Fogaça

Deputado Silvano disponibliza ambulância para Colider

Publicado por JOEL DE AQUINO | sexta-feira, 27 de março de 2015 | 15:51

A medida é resultado da meta de economia, feita pela Assembleia Legislativa

O deputado estadual, Silvano Amaral (PMDB), informou que vai indicar cinco municípios a fim de que sejam contemplados com a doação das ambulâncias, conforme acordo entre a Assembleia Legislativa e o Governo do Estado. A princípio a Assembleia Legislativa previa economizar, em seis meses, o equivalente a R$ 20 milhões, o que já foi possível acumular no primeiro trimestre de 2015.

Segundo Silvano, todos os municípios serão contemplados, porém, o parlamentar pediu ao governador do Estado, Pedro Taques (PDT), atenção especial aos municípios de Sinop, Colíder, Cotriguaçu, União do Sul e Feliz Natal. Sobre as cidades por ele indicada e que possuem hospital regional e, conseqüentemente, uma estrutura maior em recursos e equipamentos, o deputado explicou que os municípios receberão a ambulância da mesma maneira, em razão da demanda de pacientes que são transportados diariamente.

“A Assembleia está de parabéns pela iniciativa. Isso prova à sociedade que o compromisso feito lá atrás, antes da eleição da nova Mesa Diretora, já começou a sair do papel. Hoje, um dos grandes entraves enfrentados pelos hospitais públicos é a falta de ambulância e a Casa, nesse contexto, está fazendo a sua parte. Sobre a indicação dos municípios, sabemos que todos precisam com urgência, mas como cada deputado terá direito a indicar cinco ambulâncias, indicamos àqueles municípios em que o estado é considerado caótico e que fazem parte da nossa região”, destacou o parlamentar.
De acordo com Silvano, a previsão é de ainda no primeiro semestre as ambulâncias sejam destinadas aos 141 municípios. "Acredito que isso leva mais uns 90 dias, se levarmos em consideração o trâmite de licitação e também o prazo de entrega das ambulâncias, mas acredito que todas serão entregues até junho deste ano", avaliou o deputado.

Em entrevista a um site da Capital, o presidente da Assembleia, deputado Guilherme Maluf afirmou que existe harmonia e respeito entre os poderes, o que possibilitou firmar o compromisso com o governo Taques. “Sou médico e conheço bem a saúde. Vamos atender anseios antigos dos municípios”, avaliou Maluf.

Pelo acordo, serão adquiridas 150 ambulâncias e o restante do dinheiro será investido em outras áreas da Saúde. Vale ressaltar que a medida terá contrapartida do Estado, que já disponibilizou mais R$ 10 milhões. O recurso repassado pela Assembleia já está disponível.
  
Também serão beneficiados com a doação das ambulâncias os hospitais regionais de Rondonópolis, Cáceres, Sinop, Sorriso e Colíder, duas ambulâncias serão doadas à Santa Casa de Misericórdia de Cuiabá e Rondonópolis e outras duas para o Hospital de Câncer, em Cuiabá


JOELMA PONTES/Assessoria de Gabinete
.